Marketing para Advogados: Veja como ter uma Advocacia de Sucesso!

Escritório-de-Advocacia

O marketing para advogados é fundamental para o crescimento profissional. Essa técnica serve para qualquer negócio, seja na advocacia, Empreendedorismo, Portais, etc.

Nos últimos anos, o investimento em marketing cresceu drasticamente, e muitos consumidores e empresas passaram a se relacionar simplesmente através da internet.

Com isso, grandes escritórios de advocacia, passaram a adotar esse modelo de negócio.

Sendo assim, aqueles que iniciam no mundo da advocacia, deverá sempre se certificar se o marketing jurídico se encaixa dentro das normas estabelecidas pelo código de ética da OAB, pois é muito importante ter muita cautela ao aplicar algumas técnicas de marketing, justamente para não ferir o código.

Uma das técnicas mais utilizadas por escritórios de advocacia é o e-mail marketing. Com essa técnica, a possibilidade de criar uma lista de contatos e manter um relacionamento com potenciais clientes, até mesmo de forma automática, traz muitos benefícios.

Entretanto, o mau uso pode acarretar prejuízos, e afetar diretamente a imagem do advogado, fazendo com que o mesmo perca sua credibilidade.

Regulamentação em termos de marketing segundo os preceitos do Provimento 94/2000 da OAB.

Na advocacia, entre os itens que estão proibidos, destacamos aqueles presentes no artigo 4. São os seguintes:

  1. Menção a clientes ou a assuntos profissionais e a demandas sob seu patrocínio;
  2. Referência, direta ou indireta, a qualquer cargo, função pública ou relação de emprego e patrocínio que tenha exercido;
  3. Emprego de orações ou expressões persuasivas, de auto-engrandecimento ou de comparação;
  4. Divulgação de valores dos serviços, sua gratuidade ou forma de pagamento;
  5. Oferta de serviços em relação a casos concretos e qualquer convocação para postulação de interesses nas vias judiciais ou administrativas;
  6. Veiculação do exercício da advocacia em conjunto com outra atividade;
  7. Informações sobre as dimensões, qualidades ou estrutura do escritório;
  8. Informações errôneas ou enganosas;
  9. Promessa de resultados ou indução do resultado com dispensa de pagamento de honorários;
  10. Menção a título acadêmico não reconhecido;
  11. Emprego de fotografias e ilustrações, marcas ou símbolos incompatíveis com a sobriedade da advocacia;
  12. Utilização de meios promocionais típicos de atividade mercantil.

Além disso, como complemento, o artigo 6 do mesmo Provimento destaca ainda quais são os veículos que não são admitidos para publicidade em advocacia:

  1. Rádio e televisão;
  2. Painéis de propaganda, anúncios luminosos e quaisquer outros meios de publicidade em vias públicas;
  3. Cartas circulares e panfletos distribuídos ao público;
  4. Oferta de serviços mediante intermediários.

O que o Código de Ética permite ao Advogado? Como o cliente poderá encontra-lo?

marketing para advogados

 

  1. A utilização de cartões de visita e de apresentação do escritório, contendo, exclusivamente, informações objetivas;
  2. A placa identificativa do escritório, afixada no local onde se encontra instalado;
  3. O anúncio do escritório em listas de telefone e análogas;
  4. A comunicação de mudança de endereço e de alteração de outros dados de identificação do escritório nos diversos meios de comunicação escrita, assim como por meio de mala-direta aos colegas e aos clientes cadastrados;
  5. A menção da condição de advogado e, se for o caso, do ramo de atuação, em anuários profissionais, nacionais ou estrangeiros;
  6. A divulgação das informações objetivas, relativas ao advogado ou à sociedade de advogados, com modicidade, nos meios de comunicação escrita e eletrônica.
  • § 1º A publicidade deve ser realizada com discrição e moderação, observado o disposto nos arts. 28, 30 e 31 do Código de Ética e Disciplina.
  • § 2º As malas-diretas e os cartões de apresentação só podem ser fornecidos a colegas, clientes ou a pessoas que os solicitem ou os autorizem previamente.
  • § 3º Os anúncios de publicidade de serviços de advocacia devem sempre indicar o nome ou o nome social do advogado ou da sociedade de advogados com o respectivo número de inscrição ou de registro; devem, também, ser redigidos em português ou, se em outro idioma, fazer-se acompanhar da respectiva tradução (conforme Provimento 172/2016).

O Advogado antes de começar a divulgar qualquer tipo de publicidade, é necessário conhecer esses provimentos, até mesmo para evitar transtornos futuramente.

 

Vantagens de se utilizar o Marketing Digital no Mundo Jurídico?

Escritório-de-advocacia

O pensamento atual de inúmeros operadores do direito é que muitos apoiam a ideia de que o Marketing para advogados não é uma ferramenta antiética ou manipulativa, nem se restringe apenas ao âmbito da propaganda.

Enquanto uma ferramenta que possibilita divulgar a profissão e o trabalho de um profissional, o marketing pode, inclusive, ser útil à sociedade e não simplesmente manipulativo e criador de necessidades supérfluas. Alguns pontos importantes podem ser esclarecidos abaixo:

Velocidade: Sua mensagem e informação chega no mesmo instante para seu cliente. É uma maneira de se comunicar rapidamente e vencer a concorrência.

Mailing atualizado: Com o uso de e-mail marketing, você deixar sua base de clientes ou futuros clientes sempre atualizados. E ainda é possível ver aqueles que estão desengajados e inclui novos interessados no seu conteúdo.

Conteúdos: Você pode aproveitar o e-mail para disparar uma newsletter ou qualquer outro tipo de material, como notícias, novos conteúdos, informações sobre a lei e manter um bom relacionamento com os clientes.

Enviar informações importantes ou conteúdos com valor: esse é o mais recomendado, pois você pode enviar e escrever sobre assuntos atuais, seja de autoria própria ou que estão em pauta numa determinada mídia, trazendo um ponto de vista e observação do próprio advogado.

Como Anunciar de vez o Seu Serviço na Internet?

Marketing-para-advogados-online

Participar em canais especializados na internet é outra ótima forma de fazer marketing e ganhar exposição sem violar nenhuma regra da OAB.

Você pode interagir e trocar experiências interessantes, além de expor seus serviços ao público.

Algumas das principais plataformas voltadas para o setor jurídico no Brasil são:

  • Jusbrasil;
  • Advex;
  • Jurídico Certo.

Construa sua Plataforma Online

O ideal é que você comece montando seu site e seu perfil profissional nas redes sociais. Assim, você poderá expor a sua marca apenas com intuito de atrair potenciais clientes para sua página.

Recorra a anúncios online

Algo que a OAB não proíbe é o uso de anúncios em sites como o Google e as redes sociais, são esses canais que podem a base para atrair visitas ao seu site ou blog.

No entanto, tendo em mente que esses anúncios são altamente segmentados, pense em quantas pessoas entrarão em contato com o seu conteúdo e poderão requisitar seus serviços.

Participe de eventos

Eventos relacionados com o exercício da profissão jurídica podem — e devem — ser usados como oportunidades para promover o seu escritório e os serviços que oferece.

Contudo, não basta só estar presente, é preciso buscar oportunidades de palestrar, uma vez que isso servirá como vitrine para aumentar sua credibilidade e otimizar os efeitos de todas as outras ações de marketing para advogados que realizar.

O marketing jurídico é uma das armas mais valiosas que você pode usar para se diferenciar no mercado, estabelecer credibilidade com os clientes e criar oportunidades para a carreira. Contudo, basta o advogado respeitar as limitações legais e seguir as boas práticas listadas acima para ver os resultados aparecerem.

Conclusão

Conclui-se então que o Marketing Jurídico pode e deve ser aplicado na advocacia pelo advogado no meio profissional, desde que toda ferramenta de divulgação seja utilizada de forma moderada e ética.

Dessa forma, o advogado deve prezar sempre pela discrição e levar ao público a seriedade que o serviço jurídico impõe dentro dos meios legais.

O advogado não pode abrir mão das estratégias do Marketing. No entanto deve saber como e onde utilizá-las. Caso queira saber mais sobre marketing para advogado, recomendo clicar no botão abaixo: