Como Trabalhar Com Vendas Online? Guia Para Iniciantes!

Uma das coisas mais interessantes que existem neste momento é trabalhar com vendas online e detalhe: o lucro é animador. Destaca-se o fato de você poder trabalhar na sua casa e ter uma lucratividade bem interessante.

Para iniciar nesse mercado e atingir os seus objetivos, conheça alguns tipos de vendas pela internet. Nesse cenário, dá para ressaltar os marketplaces, e-commerce próprio, afiliados e dropshipping, já que são os principais.

A ideia do texto é mostrar como você pode trabalhar com vendas online e a escolha fica contigo. Dessa forma, confira abaixo as opções e descubra como iniciar agora mesmo nesse nicho de mercado que cresce cada dia mais.

Como é possível trabalhar com vendas online?

trabalhar com vendas online

Se você quer trabalhar com vendas online e não sabe bem os passos antes de escolher uma das opções, o texto é para ti. Porém, é importante atentar-se a alguns fatores e a seguir veja os pontos para estar atento:

  • Itens para ter em casa– É necessário ter um computador pessoal e acesso a internet, pois esses itens são essenciais. A aquisição de uma impressora é importante, mas pode ficar para um segundo momento.
  • Nicho– Antes de sair por aí vendendo, estude os nichos e descubra um que tenha bom lucro. Você pode estar pensando no seu gosto pessoal, porém lembre-se: a sua atividade é a venda e não o apego aos itens.
  • Aprendizado– Independente da sua escolha e o do que será vendido, saiba que aprender será uma premissa básica. O aprendizado é uma das características do sucesso em trabalhar com vendas online.

Realizada toda essa introdução, é chegada a hora e o momento de descobrir as formas de começar nessa atividade. Sendo assim, veja abaixo o que fazer e comece a sua trajetória profissional a partir de agora.

Marketplaces

Considerada a maneira ideal de começar, as vendas por marketplaces têm o mesmo formato que de um shopping. Ou seja, você usa a estrutura pronta para vender, paga uma comissão por venda e os outros atributos inerentes.

Atualmente, o mercado está recheado de opções e você encontra uma consolidada, além de outras que crescem. Para balizar o conhecimento, veja uma breve descrição sobre cada uma delas abaixo:

  • Mercado Livre– É confiável, pois é uma das maiores empresas do Brasil. Há cobrança de uma comissão sobre o anúncio e de um valor por venda, que varia de acordo com o item vendido e tipo de anúncio.
  • Amazon– Ainda dá os primeiros passos no Brasil, mas tem um funcionamento próprio e não permite a venda dos produtos. A principal vantagem é o fato de estar crescendo e pode ser uma opção para você.
  • Shopee– Está no Brasil há um ano e já é uma realidade, permitindo a venda de produtos e tendo taxas de comissões bem convidativas. Por ser uma plataforma nova, ainda lida com alguns pequenos bugs.

É provável que você queira saber as vantagens de escolher um desses marketplaces, não é mesmo!? O principal benefício é ter uma estrutura pronta, segurança e um serviço que só cobra de ter o produto vendido.

No caso das desvantagens, é importante citar que a principal é precisar concorrer com outros players. Além disso, também tem a cobrança de comissão por vendas e algumas privilegiam os consumidores em 100% dos casos de mediação.

Ao fazer uma análise geral, fica claro que trabalhar com vendas online, especialmente no começo, é mais indicado nos marketplaces. Por outro lado, com o tempo e tendo bons resultados, monte o seu próprio canal de vendas.

E-commerce próprio

Se você for um player mais arrojado e não ligar para os riscos, a dica pode ser montar um negócio próprio. Ao mesmo tempo, saiba que o processo requer passos e pode ser interessante a longo prazo.

Para aqueles que ficaram interessados, é importante saber, antes de mais nada, as etapas de montar um e-commerce. Portanto, dá para citar pelo menos três e abaixo confira as informações sobre cada um deles:

  • Registro de domínio– É provavelmente o erro principal dos iniciantes, uma vez que eles acham que podem registrar qualquer domínio. Busque uma opção de fácil memorização e que não esteja sendo utilizada.
  • Montagem do site– Muitas pessoas pensam que é preciso ser um web design, mas isso mudou muito na última década. Há várias plataformas que dão a estrutura pronta e você já utiliza no seu e-commerce.
  • Oferecer as ferramentas seguras para as compras– Há plugins que devem ser inseridos no site, bem como as formas de pagamento. Tenha muito cuidado na escolha e pesquisa para achar boas opções.

Existem algumas vantagens em trabalhar com vendas online desse modo. Por exemplo: sem cobrança de valor por anúncio, liberdade para vender o que quiser, possibilidade de ranquear no site e criar a sua própria estrutura.

Vale lembrar que também tem as desvantagens, algumas delas são: ranqueamento complicado no início, concorrência, necessidade de se especializar em muitas funções e dificuldade para sobreviver no começo.

Embora seja possível começar a trabalhar com vendas online tendo um e-commerce, o mais indicado é estudar o momento. Se você não estiver preparado, use os marketplaces e migre para cá apenas no futuro.

Afiliados

É provavelmente uma das maneiras de trabalhar com vendas mais usadas nesse momento, concorda comigo!? O trabalho de afiliados tem dois lados: 1) criador do produto físico ou digital; 2) aquele que irá promovê-lo.

Para ganhar dinheiro com o mercado de afiliados, você vai precisar seguir alguns passos. Do mesmo modo, o ideal é conhecer um por um e entender se serve para você ou não, o passo a passo é o seguinte:

  • Você olhou várias plataformas de afiliados e optou pela Hotmart;
  • Suponha que você decide promover a Dieta de 21 dias;
  • O primeiro passo é criar um site ou blog e começar a pensar nos assuntos que o seu público-alvo deseja;
  • Ao criar cada vez mais assuntos, você vai convencendo o cliente a conhecer e comprar a Dieta de 21 dias;
  • Se o produto digital custar R$ 20,00 e oferecer comissão de 50%, você ganhará R$ 10,00;
  • A cada venda realizada, você recebe esse valor e pode sacar de acordo com os critérios da plataforma de afiliados.

Se você ficou curioso para trabalhar com vendas online, procure um curso de SEO para saber como ranquear. Em seguida, é apenas estar entre os primeiros resultados e aumentar as chances de conseguir mais conversões.

Dropshipping

Por fim, ainda tem o dropshipping e é uma opção muito parecida com a ter um e-commerce próprio, porém sem precisar de estoque. Em primeiro lugar, vou explicar por um passo a passo o que pode ser feito para trabalhar assim:

  • Você opta por vender tênis pela internet;
  • Ao pesquisar na internet, encontra um site que permite que você trabalhe por dropshipping;
  • Um tênis custa no site do fornecedor R$ 100,00 e você anuncia no seu site por R$ 120,00;
  • O valor da diferença, ou seja, de R$ 20,00 é a sua lucratividade;
  • O fornecedor tem a obrigação de entregar e a garantia, mas o pós-venda fica com você.

A vantagem de trabalhar com vendas online com o dropshipping é a não necessidade de ter um estoque. Isso, contudo, traz uma desvantagem: depender de fornecedores que topem trabalhar dessa forma.

Agora que você já sabe trabalhar com vendas online, qual será a sua escolha?